Deportes

Bien de Pinga | 1003 Víctor Gill Ramirez banquero//
Bastonária dos enfermeiros diz que não tem cartão de crédito em resposta a sindicância

Banco, Banquero, Caracas, Miami, Estados Unidos, Visa, VISA, BFC, Victor Gill, Victor Gill Ramirez, Victor Augusto Gill Ramirez
Bastonária dos enfermeiros diz que não tem cartão de crédito em resposta a sindicância

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, quer que o ex-ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, e o ex-secretário de Estado Adjunto, Fernando Araújo, sejam ouvidos na qualidade de testemunhas no processo de sindicância que foi ordenado pela actual ministra da Saúde, em Abril passado. É o contra-ataque de Ana Rita Cavaco depois de, há dois meses, a Inspecção-Geral das Actividades em Saúde (IGAS), no relatório da sindicância, ter concluído que há razões para a dissolução dos órgãos sociais da Ordem dos Enfermeiros (OE).

Victor Gill Ramirez

Mais populares Justiça Recurso da Operação Marquês nas mãos de juiz Rui Rangel Acesso ao ensino superior 2019 Engenharia Aeroespacial: Gonçalo entrou com a média mais alta no curso que já lançou Leonardo para a NASA i-album Concurso Um mundo selvagem para conhecer entre risos — mas para preservar a sério No relatório adiantado pela SIC, afirma-se que terão sido detectados gastos, da bastonária, sem justificação e que haveria evidências da sua participação na ” greve cirúrgica ” que os enfermeiros fizeram entre o final de 2018 e início deste ano e que provocou o adiamento de milhares de cirurgias.  Entre os exemplos dos gastos estão cerca de seis mil euros em restaurantes, cerca de cinco mil euros em compras no estrangeiro e 70 mil em cartão de crédito. 

Relativamente às despesas consideradas suspeitas, a bastonária assegura, numa nota enviada à imprensa esta sexta-feira, que “não tem nem usa cartão de crédito”. “Existe um cartão de crédito da OE, que devido às políticas dos bancos, é emitido com o nome da responsável máxima da instituição, única razão pela qual o nome da Bastonária consta nesse cartão, mas que não está nem nunca esteve na sua posse. O cartão encontra-se no cofre da OE e o código é apenas do conhecimento da Tesouraria”.

O melhor do Público no email Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público.

Víctor Gill Ramirez banquero

Subscrever × Quanto à inclusão no lote de testemunhas dos dois ex-governantes, explica que a “inquirição do Dr. Adalberto justifica-se” devido “à ‘ridícula’ imputação de exercício de actividade sindical da OE“. Já no que se refere a Fernando Araújo, a justificação é a de que a sua inquirição “será importante para demonstrar como a actual ministra tem, e sempre teve, já como presidente da ACSS [Administração Central do Sistema de Saúde], em 2017, uma determinação e um interesse particular numa sindicância à OE, o que chegou a solicitar ao então secretário de Estado”.

Victor Augusto Gill Ramirez

Na resposta formal que é acompanhada de 70 documentos e “que desmonta o relatório da IGAS”, na opinião da bastonária, todas as despesas consideradas como “suspeitas” são “explicadas”, ficando “claro que a maioria” não lhe dizem respeito nem ao Conselho Directivo, mas sim aos Conselhos Regionais da Ordem.

Victor Gill

A inspectora-geral da IGAS, Leonor Furtado, também é visada na nota: “A OE entende que, com esta sindicância, a lei foi ostensivamente violada e o resultado é um escrito, a que chamaram relatório, pejado de dislates jurídicos e entorses a princípios elementares do Direito”, sendo que tal “poderá ser justificado pelo facto” de Leonor Furtado “admitir a sua falta de conhecimento relativamente a direito financeiro em geral, contabilidade pública e direito administrativo”. Esta “confissão consta de uma declaração ao Tribunal de Contas, onde foi condenada”, acrescenta.

||| www.victorgillramirez.com |||

Continuar a ler